especialidades

Prótese

A prótese dentária é utilizada para substituir a função original de dentes perdidos ou ausentes, repondo ou restaurando os elementos, de forma indireta.

Tem como principal objetivo a reabilitação oral, devolvendo as funções básicas: estética, fonética, mastigação e ainda, prevenindo problemas articulares e doenças periodontais.

Como saber qual tipo de prótese é mais indicado para meu caso?
É necessário uma avaliação inicial e um exame de imagens (radiografias e/ou tomografias) para podermos fazer um planejamento e assim definirmos quais as melhores opções de tratamentos.

Por que o dente perdido precisa ser substituído?
Para o perfeito desempenho de suas funções, os dentes precisam estar em equilíbrio nas arcadas dentárias. A ausência dentária pode causar problemas de dores articulares (ATM), movimentação dentária gerando a má oclusão, dificuldade de mastigação dos alimentos, problemas estéticos e fonéticos, prejudicando assim a saúde geral.

Quais os tipos de próteses dentarias existentes?
Prótese Fixa (coroa, jaqueta ou pivô)  – substituem um ou mais dentes ausentes, apoiando-se sobre os dentes vizinhos, que são preparados da melhor maneira para receber a prótese. Podem ser confeccionadas com materiais estéticos (porcelanas ou acrílicos) ou metal.
Essas próteses somente são retiradas pelo cirurgião dentista, uma vez que são cimentadas no dente.

Prótese Fixa sobre Implante – A Prótese Fixa sobre Implante utiliza o mesmo princípio da prótese fixa apoiada em dente, com a diferença de que esta é cimentada ou parafusada sobre um implante.

Prótese Total – A Prótese Total (dentadura) é utilizada quando o paciente tem ausência de todos os dentes e, assim como a removível, pode ser retirada pelo próprio paciente.

Prótese Parcial Removível – A Prótese Parcial Removível (ponte móvel) substitui os dentes ausentes de maneira parcial (um ou mais elementos) e pode ser retirada pelo próprio paciente para higienização ou qualquer outro propósito.